Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


o sorriso da chuva

por vítor, em 23.11.10

 

Dizes sempre alguma coisa antes de contemplarmos o sorriso

da chuva a lamber a vidraça. O cabelo envolve

as palavras frias das pessoas sem ritmo musical

continuando a viajar na lucidez das ausências nunca anunciadas.

 

Dizes o que não traz nome, chave postiça que viola a explicação

simples na revelação da leitura impune, quando

interiorizas o eterno guião da mudança.

 

A tua responsabilidade no crescer do esquecimento

assume-se como rejeição do tempo intransponível. Somos

aquilo que o olhar procura, aquilo que desaparece na mecânica

do desejo acomodado.

 

Rejeitas o que dizes antes de o dizer, exiges a rara leitura

da distância, o sopro do discurso que éramos na

ocasional confusão dos corpos enlutados.

 

Nenhuma agressividade se liberta do que dizes

na acomodação do desejo, na rigidez dos significados

das palavras murmuradas que nos explicam a legitimidade

da  insensível brusquidão da loucura.

 

Podemos dizer, sem exprimir a acomodação dos sentidos,

a irrecusável notícia do mensageiro apocalíptico que nos

surpreende  enquanto paradoxo reunido à mesa

dos  esqueletos brumosos da comunidade.

 

O sorriso da chuva é uma ameaça à necessidade

exasperante dos sinais exteriores de melancolia.

Dizes e não ouves.

 

(Monte Gordo – 23/11/10)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2008
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2007
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2006
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D