Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Globalização

por vítor, em 11.01.07

Nos últimos tempos, temos vindo a verificar que imensos comentadores têm achado que o facto de terem saído do país imensos portugueses é revelador da cada vez menor capacidade do  país de reter os indígenas . A desnaturada pátria não consegue providenciar o sustento ( literal e cientifico-cultural ) empurrando os tristes portugueses para o longínquo, perigoso e adverso anti-regaço mátrio . Compara-se mesmo esta sangria à vivida nos anos 60 da era salazarenta (tantas saudades, não é?).

Ora estes comentários não seriam de estranhar se fossem elucubrações de serôdios saudosistas do velho ditador. Seriam desculpabilizantes de êxodos passados e iriam de encontro à linha de pensamento anti-cosmopolita do "orgulhosamente sós". São no entanto fervorosos defensores da globalização que têm vindo a pisar e repisar esta tecla do "novo êxodo" sem se aperceberem do absurdo de tal incompatibilidade e sem quaisquer tipo de rubor.

O estranho é que não saiam mais portugueses e não se instalem mais estrangeiros em Portugal. A globalização, em princípio tal suporia. Só que, e com o aplauso desses tais comentadores, a globalização é fantástica quando se tratam de mercadorias, serviços e fluxos financeiros. Quando se trata de pessoas, as coisas já não são tão claras e simples e há sempre um senão à porta das fronteiras.

Como vêem parece que até tem havido pouca emigração e pouca imigração por estas bandas tão abertas à globalização-que-todos-os-males-alivia ".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:44


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.01.2007 às 10:52

vá lá a gente entender estes espiritos "evidentemente esclarecidos e munidos de um manancial de informação metódica e alegremente tranformado em CONHECIMENTO" Há ,no entanto resistência, combate, e consequentemente ,esperança.
Já conheces o designado "Slow Citys Movement"?

Um Abraço

Pedro

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D