Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ponta da Piedade - Lagos

por vítor, em 11.02.07

Numa das mais belas zonas costeiras de Portugal e, porque não, do mundo, prepara-se mais um vil atentado ambiental e patrimonial.

Para mim que acampei livremente neste triângulo mágico durante anos de adolescência e que escolhi a cidade de Lagos para iniciar a minha vida profissional, dói de forma profunda e irrevogável. Como é possível? Por onde andam os briosos lacobrigenses? Como é permitido este descaramento, este acto predador?

Passo a citar parte do que li no Expresso em página inteira de publicidade:

"Villas e apartamentos de luxo à beira mar numa das mais belas e preservadas (sublinhado meu) paisagens do Algarve"

"Hotel de 5 estrelas, 20 villas, 58 apartamentos, área comercial"

1,5km de frente de mar e acesso directo à Praia"

Uma barbaridade com nome apropriado: "Cascade"

Também aqui para os meus lados, Sotavento, o Sr. Luís Filipe Vieira se prepara para destruir os poucos metros livres de zona costeira entre a Alagoa/Altura e a Praia Verde. Numa zona húmida de dunas e pinhais, mais do mesmo: villas, apartamentos, hotéis e campos de golfe. Tudo em conformidade com a lei!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01

Tintoretto em Madrid

por vítor, em 11.02.07

É preciso recuar até ao ano de 1937, a Veneza e ao Palácio Pesaro , para podermos encontrar a última exposição que abarca quase toda a sua obra. Embora a maior parte dos seus trabalhos se encontre ainda na cidade dos canais, encontra-se dispersa pelos sítios para onde foram encomendados.

Agora, 70 anos passados, podemos visitar uma espectacular antologia do pintor no Museu do Prado, em Madrid. 59 pinturas, 13 desenhos e 3 esculturas para enlouquecer!

Já agora, para quando uma investigação séria sobre o hipotético Jacomo Comim do convento (igreja) de S. Paulo em Tavira?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:44

No Paraíso não há Abortos

por vítor, em 09.02.07

Na URSS era proíbido o aborto.

 

in, Avante (1937), Abrupto, Pacheco Pereira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:42

Blogues versus Jornais

por vítor, em 09.02.07
Eu, que aprendi a ler com o velhinho Diário Popular - recebido diariamente e gratuito (bons tempos) pelo meu pai, correspondente de aldeia, sou um dependente de jornais e no entanto, nos últimos tempos, tornei-me um viajante da blogosfera. Sem encontrar incompatibilidades entre estas duas formas de ligação, sinto, no entanto, que a dependências por blogues nunca será igual à que tenho por jornais. A minha convivência, já longa, com os segundos e a dificuldade (incapacidade?) de me embrenhar em textos longos nos primeiros, será sem dúvida, a razão de tal diversa aditividade. Os dois mundos (para simplificar: jornais/blogues) assentam em plataformas comunicacionais tão diversas que se torna bastante difícil compará-los. A interactividade, no universo da blogosfera, entre "eu"/ "mundo" e "blogue/blogue", constituem uma realidade nova que não tem equivalência no "velho" mundo da comunicação social.

A  reflexão de Pacheco Pereira (no Público?) há uns tempos atrás entre a variedade de órgãos de comunicação social que podemos encontrar numa "banca de jornais" e a paleta blogosférica, parece-me muito mais interessante. A seriedade, o ecletismo, a temática, a estética, a objectividade e o objectivo ou os interesses, aqui sim comparáveis, serão sem dúvida um dos grandes temas da comunicação social dos próximos tempos. A Antropologia ( como não podia deixar de ser!) se encarregará de o mostrar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:14

"O pecado e o crime não são sinónimos
Aquilo que à luz do Catecismo é pecado ou imoral não é necessariamente um crime ou imoral à luz da lei dos homens.
Por exemplo segundo o Catecismo da Igreja Católica:
«É intrinsecamente imoral toda a acção – como, por exemplo, a esterilização directa ou a contracepção – que, na previsão do acto conjugal ou na sua realização ou no desenvolvimento das suas consequências naturais, se proponha, como objectivo ou como meio, impedir a procriação.»

Não se confunda o que não é confundível."
in, Blasfémia, de Helena Matos.
Vai um referendinho sobre a contracepção? Queriam ver que muita gente do "não" estava contra!
Concorda com a utilização de métodos anticonceptivos em actos sexuais e afins, a pedido da mulher ou do homem, sempre que o queiram e possam, obtidos em estabelecimento legal e homologado para a sua distribuição?
Queriam ver que haveria quem visse na pergunta mais do que uma questão, quem fosse a favor de uma parte mas contra a outra ou outras, quem não atribuísse pena temporal embora condenasse a sua utilização ( pelo menos em acto sexual porque e afins vá que não fosse...), quem até, vejam só, condenasse  a utilização por outros mas não por si ou ainda que achasse que se fosse m utilizados no estrangeiro não seriam objecto de sanção. Enfim, mais do mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:16

Todos a Favor da Despenalização

por vítor, em 06.02.07

Afinal somos todos a favor da despenalização. Há coisas fantásticas,  não há??!!

E há uns que o são mesmo ( isto é que é militância) até aos nove meses. No entanto, por estranho que pareça, votam "não".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:26

Um Presidente Imprevidente

por vítor, em 05.02.07

Então não é que o homem não consegue asneirar sem ser aos pares. O presidente de Portugal ( por acaso algarvio como eu. Só por acaso!) primeiro indulta um "recluso" que anda a monte e nunca se viu em reclusão,  depois condecora um inútil, que nunca conseguiu pôr ninguém em reclusão.

Vá lá que os comentadores andavam  todos preocupados com chinesices. Não fora isso e até uma simples mordidela numa fatia de bolo-rei valeria admoestação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:47

A César o que é de César

por vítor, em 01.02.07

Eu, que votei "sim" no último referendo, que vou votar "sim" neste e que irei votar "sim" em qualquer outro futuro hipotético referendo sobre o assunto, venho à praça para defender o Sr. João César das Neves. O homem não está senão a ser coerente: se o embrião é uma vida humana ( um homem), e portanto inviolável, tanto se dá que tenha resultado de uma violação, tenha uma deficiência grave ou ponha em risco a vida da mãe. Ou seja rejeita a lei actual. Penso que é a melhor forma de defender a "vida humana" para quem defende o "não" neste referendo. Os outros, que defendem a lei vigente e, simultaneamente , o "não", estão a ser hipócritas. Senão vejamos: depois do nascimento todos concordamos que estamos perante uma vida humana. Alguém aceitaria que uma criança pudesse ser morta se a mãe descobrisse que o filho tinha sido fruto de (hipótese remota e apenas académica que poderia ter resultado de uma situação de hipnose, embriaguez extrema ou experiência alucinogénica ) uma violação? Alguém aceitaria que se eliminasse um bebé depois de se ter verificado que tinha nascido com uma deficiência grave? Permito-me responder por todos: não! Como vêem o Sr. Neves é que  é coerente.

Quanto à penalização severa das mulheres que abortam fora da lei, defendida pelo mesmo individuo, também penso que o Sr. está a ser coerente. Ouvi, estupefacto, o Prof. Marcelo e a beata Matilde Franco ( deixem a mulher falar que o "sim" vai disparar nas intenções de voto) defenderem que não querem a punição das mulheres que interrompem a gravidez em qualquer momento dessa gravidez. Uma semana ou  oito meses, nenhuma punição. Um "homicídio" (é o que tem se se chamar àquilo que dizem ser um abate de "uma vida humana" com todos os direitos de um ser humano) sem pena. Fantástico! Ultrapassaram-me e não vos vi passar. Eu próprio, acérrimo defensor do "sim" neste referendo ( sim à despenalização, não ao aborto) considero que se uma mulher interromper uma  gravidez normal, de um feto saudável e sem perigo de vida para ninguém, aos oito meses e meio, um homicídio que tem de ser sujeito a pena em conformidade.

O Sr. César das Neves está na Idade Média ( aliás em companhia de Bins Ladens e outras recomendáveis figuras) e não tem medo de o proclamar aos ventos, porque terão os seus companheiros de campanha medo se  se assumir como medievais monges guerreiros?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:31

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

4 águas/cativa editoras

5 euros (livro) + 2.5 (portes) = 7.5 euros vgcardeira@sapo.pt


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

votação

Pode Portugal sair da crise sem a ajuda da Troika?
Sim
Não
= ver resultados =



partículas




vendo


My blog is worth $5,645.40.
How much is your blog worth?


horas amargas


PRÉMIO CATIVA

07/2007 - Jorge Palma 08/2008 - Ricardo Araújo Pereira 09/2009 - José Bivar 10/2010 - Ana Drago 11/11/2011 - The Legendary Tiger Man 12/12/12 - Ricardo Araújo Pereira 26/12/13 - Rui Costa VII

tradutor