nunca incomodar... quanto mais sei mais sei que menos sei

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.votação

Pode Portugal sair da crise sem a ajuda da Troika?
Sim
Não
= ver resultados =

.Abril 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.PRÉMIO CATIVA

07/2007 - Jorge Palma 08/2008 - Ricardo Araújo Pereira 09/2009 - José Bivar 10/2010 - Ana Drago 11/11/2011 - The Legendary Tiger Man 12/12/12 - Ricardo Araújo Pereira 26/12/13 - Rui Costa VII

.tradutor

.links

.subscrever feeds

blogs SAPO

.posts recentes

. Palermices à beira duma p...

. anos sessenta...

. sem ti sou nada

. última dissolvência

. 7 contos ilustrados

. o passado está ao dobrar...

. o canto suave das aves ne...

. a alma do outro

. depois da chuva...

. Cicatrices

.4 águas/cativa editoras

5 euros (livro) + 2.5 (portes) = 7.5 euros vgcardeira@sapo.pt

.partículas

.horas amargas

.marcadores

. 25 de abril

. 4 águas

. actualidade

. adão contreiras

. adolescência

. aldeia

. alfarroba

. algarve

. ambiente

. américa

. amigo

. amigos

. amizade

. amor

. animais

. ano novo

. anselm kiefer

. antropologia

. arte

. bailados na penumbra

. beatles

. benfica

. blogue

. bob dylan

. cabanas

. cacela

. cacela velha

. canalsonora

. capitalismo

. cativa

. cidade

. cinema

. conceição

. contos

. corpo

. crime

. cultura

. democracia

. deus

. edições cativa

. educação

. eleições

. escritores

. eternidade

. faro

. felicidade

. fernando esteves pinto

. fernando gil cardeira

. filosofia

. fracturas intermédias

. futebol

. glorioso

. história

. homem

. humor

. jornais

. liberdade

. lisboa

. literatura

. livro

. livros

. loucura

. mãe

. memórias escritas

. mentira

. morte

. mulher

. música

. noite

. olhão

. partículas

. pensamento

. pintura

. poema

. poesia

. poeta

. política

. portugal

. praia

. prémio cativa

. relatividade

. restolho

. ria formosa

. romance

. rui dias simão

. sexo

. sociologia

. solidão

. substâncias

. tavira

. teatro

. televisão

. transeuntes

. transeuntes again

. turismo

. últimos

. verão

. viagem

. vida

. vítor gil cardeira

. todas as tags

.vendo


My blog is worth $5,645.40.
How much is your blog worth?

.arquivos

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

Quarta-feira, 27 de Dezembro de 2006

BOAS FESTAS!!

música: fácil de entender
marcadores:
publicado por vítor às 13:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006

Sons da Água

O polvo engoliu a campainha

mas não gostou.

Não conseguia dormir como dantes.

marcadores:
publicado por vítor às 23:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 16 de Dezembro de 2006

Morgado e o Iraque

Daqui deste blog encoberto que ninguém lê nem vê, partiram há algum tempo duas sugestões/ideias que acertaram na mouche (ou quase)..

1 - Sugeriu-se a dra Maria José Morgado para Procuradora Geral da República (a nossa possível Baltazar Garzon ). Não foi a escolhida mas aí está no cerne da luta contra a corrupção e a dar ânimo à malta.

2 - Sugeriu-se que a única alternativa para os Estados Unidos no Iraque era a saída calendarizada, à vista de todos, bem planificada  e  a curto prazo,  envolvendo os vizinhos. Salientava-se que a presença dos EUA  a  desgastar-se lentamente e sem fim à vista,  era  ouro sobre azul para os vizinhos do Iraque que assim viam o problema controlado e  um inimigo directo ou  velado a arder em lume brando.  Irão, Síria, Turquia, Jordânia, Arábia Saudita , Kuwait e outros entrariam em pânico   se a saída das tropas americanas  se iniciasse. Penso que rapidamente se movimentariam para resolver o problema. Ora é isso que vem propor o Relatório Baker .

Há coisas fantásticas, não há? Mais fácil que adivinhar o euromilhões. E mesmo este... bom, o melhor é irem passando por cá de vez em quando.
marcadores:
publicado por vítor às 00:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2006

...

Vem isto a propósito da corrupção no futebol. Há anos, quando queria ser jornalista (e acreditava nos jornalistas), pensei em criar um jornal chamado "Relatividades". Serviria para combater o "desporto nacional" do "isto só em Portugal". Explico: corrupção no futebol, isto só neste país; incêndios, isto só em Portugal; inundações; isto só nesta espelunca; políticos aldrabões; isto só......
O jornal compararia notícias que acontecem em todo o mundo, problemas que polvilham o planeta mas que nós só vemos na parvónia que nos alberga.É claro que não iríamos comparar Portugal com o Burkina Fasso e quejandos  mas fazer comparações com países de desenvolvimento económico similar ao nosso e com afinidaes socio-culturais, relativamente, análogas. :por exemplo não iríamos comparar a corrupção entre o presidente da república de Portugal e o de Angola e concluir: isto só em ... Angola. Não faz sentido. Ou comparar as cheias em Portugal e no Bangladesh e concluir: isto só em... Bangladesh (não deu jeito mas vale pelo suspense das reticências).
Um jornal deste tipo continua a ter cabimento na panorâmica actual em qualquer país onde a reflexão sobre "nós" seja livre e a sociedade civil forte e empenhada. Uma espécie de... análise colectiva. Um jornal "divã" onde todos se pudessem acostar, descontrair e conhecer melhor como pertencentes a uma comunidade semelhante a outras diversas, com as mesmas qualidades e defeitos, com os seus traumas e idiossincrasias antropo-históricas, mas, globalmente, comuns. Et pluribus unum (onde é que eu já vi isto?).
Temas:
Corrupção no futebol português: O presidente do clube canino comprou 50 árbitros, meteu ao bolso 30 milhões da transferênciancia do ponta de lança Casimiro Aniceto...
Comparação: Bernard Tapie em França.... Jesus Gil e Gil em Espanha... Corrupção no "calcio" com os célebres Milão e Juventus...etc,etc,etc.

Incêndios calamitosos em PortuGal:  A Galiza arrasada pelo fogo no Verão de 2006.... Austrália com incêndios incontroláveis no Inverno(nosso) de 2006.... etc,etc,etc.

Corrupção de políticos e autarcas em Portugal : Regabofe em França com, nada menos, o presidente Chirac e amigos.... O, já citado, Gil e Gil e os autarcas mafiosos de Málaga ... Nem o Vaticano, como se sabe, escapa. Caso do banco Ambrosiano(?) para não irmos mais longe.

Cheias por incúria dos administradores do território : Foram muito piores as cheias deste ano em Espanha. Na Alemanha (e aqui não falamos de má administração do território, pelo menos é o que dizem), Áustria, República Checa e vizinhos, cheias anuais causam  prejuízos esmagadores. Etc, Etc, etc.

Também dá pró lado bom que acreditamos ter:

Colonização portuguesa foi especial:
Os britânicos dizem o mesmo e alegam a excepcional táctica do "Find the chief". Os espanhóis até dizem que nunca se meteram em grande negócios com a escravatura. Etc,etc,etc.

Os portugueses não são racistas: Neste caso, todos o dizem com igual ênfase e,digo eu, inverdade.

Até no célebre "deixamos tudo para a última hora", já li e ouvi em bocas que não portuguesas a mesma característica tão portuguesa...

Até nos acidentes rodoviários, pelo que parece, nos estamos a tornar como os outros. É claro que o "estrangeiro" dá para tudo e se utilizarmos médias então... Reparem: Portugal está com um crescimento do PIB inferior à média europeia. E depois? Se crescermos mais do que a França, a Itália, o Reino Unido, a Alemanha e outros mais avançados do que nós é que interessa porque a média está inflacionada pelo crescimento alto (à volta de 5%) de países  menos desenvolvidos do que nós como a Estónia, a Letónia, a Lituânia ou a Hungria. Num país com pessoas de 1,50 de altura e nuotro com pessoas de 2 metros a mé dia entre os dois daria 1. 75. Caso para dizer que quem  tivesse 1.70 tinha uma altura mais baixa do que a média das alturas dos dois países e concluir que era mais baixo do que as pessoas do primeiro país.

Talvez um "Relatividades" nos tirasse, finalmente, deste fosso de lamechisses em que o país tem andado nos últimos tempos. Não somos nem melhores nem piores do que os outros, somos parecidos e somos capazes do melhor e do pior, como os outros.
marcadores: ,
publicado por vítor às 18:10
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2006

Algas da Cidade

 

 

 

 

                          Carrego a noite

Esmago os cabelos com os pés

O suor desarticula-me o pensamento

Dos dedos sinto soltar-se a madrugada,

Os olhos inchados recusam-se,

O teu leito espera-me,

Vejo-te nua na noite

Masturbar-me os pêlos

Babo-me,

Liberto prazer, acaricio-me.

 

Sinto as algas da cidade

Revolverem-me o corpo,

O meu sorriso.

 

Arrasto-me em direcção à madrugada

Rasgo os pulsos na corrente

No horizonte diviso a ténue luz

Do teu sexo        húmido

Os olhos inchados recusam-se

As algas do poder ecoam-me

Na mente masturbada

Reconheço-te...

Os olhos inchados recusam-se.

marcadores:
publicado por vítor às 11:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 10 de Dezembro de 2006

Aristótoles versus Platão

Os gregos antes de Aristóteles não liam os livros, ouviam ler. Escravos eruditos preparados para tal função liam para os seus amos enquanto estes se derramavam em assentos confortáveis. Aristóteles cinge leitor e ouvinte num só actor e mergulha verdadeiramente nas profundezas da escrita. Manipula o texto como nunca nenhum humano o havia feito antes. Dizem que até anotava nas margens. Como seria de esperar foi asperamente criticado e ridicularizado por isso. Até pelo velho mestre Platão...

marcadores:
publicado por vítor às 00:39
link do post | comentar | favorito
|

...

Um pé árvore

outro cruz

Caminhava às cegas

o cabelo um peixe mau

ao encontro das trevas.

marcadores:
publicado por vítor às 00:32
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|